A primeira morte humana pela gripe aviária H5N2 levanta questões e preocupações

Publicado por Adrien - Sábado 15 Junho 2024 - Outras Línguas: FR, EN, DE, ES
Fonte: Organização Mundial da Saúde
Um caso trágico e inédito de gripe aviária H5N2 recentemente levou à morte de um homem no México. É a primeira vez que tal infecção causa óbito em um humano, marcando um ponto crucial na vigilância das doenças zoonóticas.


Imagem ilustrativa Unsplash

Embora as autoridades inicialmente tenham confirmado que o homem faleceu devido a esta infecção, uma atualização da Organização Mundial da Saúde (OMS) indica que a causa da morte provavelmente está relacionada às suas condições médicas subjacentes. No entanto, os detalhes sobre essas condições permanecem vagos.

De qualquer forma, este evento destaca a capacidade do H5N2 de infectar seres humanos. O vírus pertence à família H5, que também inclui o H5N1, atualmente em circulação entre o gado leiteiro nos Estados Unidos. O H5N1 é conhecido por causar infecções graves em humanos, com uma alta taxa de mortalidade.

A propagação da gripe aviária entre humanos é preocupante, pois cada transmissão oferece uma oportunidade para o vírus mutar e potencialmente adquirir a capacidade de se transmitir facilmente entre pessoas. Até hoje, nenhum vírus A(H5) demonstrou essa capacidade, mas o risco continua.

O paciente mexicano, de 59 anos, apresentou diversos sintomas antes de procurar atendimento médico. Uma amostra de seus fluidos respiratórios revelou a presença do H5N2, semelhante a uma cepa detectada em aves em Texcoco, México, este ano. Este vírus geralmente é pouco patogênico em aves, mas causou surtos em vários estados mexicanos.

Nenhuma evidência indica que o vírus tenha se espalhado para outras pessoas. A OMS confirmou que as recomendações de saúde pública permanecem inalteradas, mas lembra que a cautela é necessária, especialmente evitando animais doentes ou mortos e lavando regularmente as mãos.
Página gerada em 0.105 segundo(s) - hospedado por Contabo
Sobre - Aviso Legal - Contato
Versão francesa | Versão inglesa | Versão alemã | Versão espanhola